No dia 31 de agosto, o Instituto para Surdos Seli inaugurou o Auditório Abade Charles-Michel de l’Épée, com capacidade de 120 espectadores. O espaço faz parte das novas instalações do Instituto, inaugurado no início de 2013 que, além do Colégio para alunos do ensino Fundamental ao Ensino Médio, também oferece Cursos de Libras, Cursos Livres, Oficinas e Pós Graduação em Libras, Agente Bi-Cultural e Saúde Quântica. 

Significado do nome do Auditório

O educador Abade Charles Michel de L’Epée nasceu em Versailles, França, no ano de 1712. Em sua juventude, conheceu duas jovens irmãs, surdas, que se comunicavam por meio de sinais. Isso o motivou a manter o contato com os surdos carentes e humildes, procurando aprender seu meio de comunicação e levar a efeito os primeiros estudos sérios sobre a Língua de Sinais. Fundou a primeira escola pública para os surdos “Instituto para Jovens Surdos e Mudos de Paris” e ensinou o novo método para inúmeros professores. Michel de L’Epée faleceu em 1789 e deixou como um dos seus principais legados a fundação de 21 escolas para surdos na França e na Europa.

A atração de inauguração do novo espaço foi a apresentação teatral Atrapalhaço – Misturando Contos de Fadas – Peça Adaptada à Língua Brasileira de Sinais –, da Trupe S.O. S Palhaços. Esse espetáculo foi o primeiro da nova série de eventos da Agenda Cultural do Instituto Seli, que visa oferecer, pelo menos uma vez por mês, diversas opções de cultura à Comunidade Surda, familiares e demais interessados.